Como Capturar Pescada Amarela Com Isca Natural e Artificial

Foto de uma pescada amarela
Pescada Amarela
A pescada amarela é frequentemente encontrada em todo o litoral do Brasil, sempre em áreas próximas a baías, manguezais e nas saídas dos rios de água doce e salobra. Seu tamanho pode chegar a mais de 1 metro e seu peso a mais de 24 kilos a pescada amarela é um peixe de fácil captura em diversos estilos.Seu nome científico é Cynoscion Acoupa, mas é chamada em diferentes partes do Brasil de: Pescada Amarela, Pescada Verdadeira, Pescada Cumbuçu e Ticupa. A pescada amarela se destaca por sua cor amarelada beirando o cinza prata que brilha intensamente sobre a luz do sol, além disso ela possui uma boca com dentes minúsculos que não necessitam de linhas de aço(empates) para serem capturadas. Portanto, basta apenas usar uma linha resistente e saber administrar o recolhimento.


ONDE ENCONTRAR AS PESCADAS AMARELAS
Pode-se pescá-las tanto em áreas de fundo de cascalho com profundidades que variam entre 35 a 40 metros, como em águas rasas que beiram as pedras e nos manguezais, só que para encontrá-las nos manguezais é sempre preciso e eficaz consultar as tábuas das marés e escolhendo as de melhor amplitude, como marés de quadratura, crescentes e minguante. A água suja desestimula estes peixes a se alimentarem por isso busque locais e marés de água limpa. Caso não conheça o local, peça informações aos pescadores local pois eles sabem como ninguém onde encontrá-las entre o fundo das áreas dos manguezais, estuários, dos rios e no mar, fazendo assim a sua pesca será muito mais produtiva.
Já nas baías, elas podem ser encontradas próximas a canais e bóias de marcação de canal de navios. Nesta região é sempre fácil encontrar pequenos cardumes nos meses de Outubro a Fevereiro no verão no sudeste.

COMO CAPTURÁ-LAS COM ISCA NATURAL
As pescadas amarelas podem ser facilmente capturadas tanto com iscas naturais quanto com as artificiais, só que as iscas naturais são as mais utilizadas, agora o local onde pescar é sempre o mais importante e fator determinante para uma boa pescaria.

TÉCNICA 1 - A técnica principal é a de encontrar pesqueiros em que possa deixar o barco livre, ou seja, á deriva, passando por pontos com um relevo de fundo que seja interessantes para estes tipos específicos de peixes como, costões, cascalhos, corais e pedras. Camarões vivos podem ser utilizados em chicotes de até dois anzóis, sempre acima da chumbada e com pernadas longas dependendo da região. O camarão pode ser iscado de várias formas, mas a mais efetiva e produtiva é pela cabeça em baixo da serrilha que ele possui. A segunda forma mais produtiva é iscar o camarão pela calda.

TÉCNICA 2 -Nos manguezais do note do Brasil, do Maranhão ao Pará, o recomendado é que primeiro o pescador busque capturar num barco com tarrafa, pequenas sardinhas ou saunas, colocá-las em algum tipo de viveiro e se preciso utilizar bomba de oxigênio para mantê-las e usá-las vivas para a captura da pescada amarela.
Dependendo do local da pesca, deve-se arremessar a sardinha viva sem a chumbada(cumbo) sobre as beiradas do manguezal ou usar a chumbada(chumbo) na pesca de espera e de fundo. Quanto aos anzóis recomendados deve-se usar o 5/0 a 6/0 devido as bocas enormes que as pescadas amarelas possuem.

TÉCNICA 3 -Já no Sudeste, a isca mais usada é o camarão vivo grande que muitas vezes além de capturar as pescadas amarelas, captura-se também grandes robalos, piraúnas e entre outros. Este é um detalhe predominante para capturar a pescada amarela. Até porque usar camarões pequenos, os tornará alvo de peixes pequenos do fundo do mar.
COMO CAPTURÁ-LAS COM ISCA ARTIFICIAL
Até um tempo atrás, não se tinha um índice tão bom de captura da pescada amarela com iscas artificiais, mas com um constante uso de metais jigs pequenos e médios, entre 30 a 80 gramas em áreas de baías e manguezais, e isso mudou drasticamente para melhor.

TÉCNICA 1 - Muitos pescadores costumam usar as mesmas técnicas de pesca com iscas naturais e pescam com os meta jigs bem ao fundo, raspando as estruturas a procura dos peixes. Essa é uma pescaria muito técnica e bastante emocionante pela sua produtividade. Frequentemente ocorrem a captura de ciobas, corvinas, robalos, sargos dentre outras espécies.

TÉCNICA 2 - Dependendo do local da pescaria e profundidade, os camarões artificiais brasileiros, mais pesados e os jigs e shads podem oferecer aos pescadores a mesma eficácia indo no fundo e subindo a superfície, mas sempre mantendo a isca artificial próxima do fundo para assim elevar o nível de captura.

TÉCNICA 3 - O manuseio correto da vara(caniço) é de extrema importância para dar vida as iscas artificiais e a linha de Multifilamento é quase imperceptível para que o pescador possa ter a devida sensibilidade e saber quando a isca artificial tocar no fundo, isso o ajudará a fazer o sobe e desce com a isca utilizada obtendo assim bons resultados e uma pesca altamente produtiva e divertida. Ponha em prática e Boa Sorte e Pesca!.

KIT DE PESCA IDEAL PARA INICIANTES
Foto de um kit de pesca de praia para pescadores iniciantes

7 comentários:

  1. Estava precisando destas dicas importantes, valeu parceiro.
    Beto hilar

    ResponderExcluir
  2. Cara suas informações são muito boas. Precisava saber tudo isso. Agora poderei pesca mais conciente. Valeu Brother. Abs.
    Samu - RJ

    ResponderExcluir
  3. Boas dicas nao ta querendo cair na rede. Vou tentar um camarão vivo ou jigs. Parabens e tudo de bom

    ResponderExcluir
  4. Ótimas dicas, vão me ajudar muito na minha próxima pescaria ( Baía de Guanabara )

    ResponderExcluir
  5. Muito importante saber dessas informações muito bom legal mesmo valeu

    ResponderExcluir
  6. GOSTEI DA DICA , VALEU !!...

    ResponderExcluir
  7. Grande ajuda amigo. Demonstração de experiência boa.

    ResponderExcluir